segunda-feira, 13 de agosto de 2012

HÉCATE

Hoje dia 13 de agosto de 2012, dia das festividades em honra a Hecate, saudamos a face negra da lua a face anciã da grande Deusa Tríplice!
Um Salve a Grande Anciã Hecate Senhora da Noite!

Mitologia Grega

HÉCATE
Deusa de toda a Magia.

Hécate é uma divindade, filha dos titãs Perses e Astéria. Hécate, em grego, significa "a distante" (embora alguns atribuam à origem do nome à palavra egípcia Hekat que significaria "Todo o poder", já que supostamente Hécate teria se originado em mitos do sudoeste asiático que fora assimilada para a religião greco-romana mais tarde).
Hécate é considerada por algumas pessoas a deusa trácia da Lua, e por outras como uma antiga deusa pré-grega das parteiras, do nascimento, da fertilidade, do lado escuro da Lua, da magia, da riqueza, da educação, das cerimônias e do Inferno. Adorada nos locais onde as estradas se cruzavam, ela andava nas noites de Lua nova acompanhada por uma matilha de cães de caça. As pessoas a veneravam deixando oferendas nas encruzilhadas. Como mulher idosa, ela também formou uma tríade com Perséfone (donzela) e Deméter (mãe).
Era representada com três corpos e três cabeças, ou um corpo e três cabeças. Levava sobre a testa o crescente lunar (tiara chamada de pollos), uma ou duas tochas nas mãos e com serpentes enroladas em seu pescoço.
Todos os animais selvagens eram consagrados à Hécate e por isso, foi mostrada muitas vezes com três cabeças de animais. Como Feiticeira tinha cães fantasmas como servos fiéis ao seu lado.
Os romanos assimilaram Hécate a Trívia, deusa das encruzilhadas, embora a relação dada entre ambas não seja tão perfeita como em outros casos da mitologia. Os marinheiros consideravam-na sua deusa titular e pediam-lhe que lhes assegurasse boas travessias. Hécate era uma divindade tripla: lunar, infernal e marinha.
Hécate se uniu primeiramente com Fórcis e foi mãe do monstro Cila e depois com Aestes, de quem gerou a feiticeira Circe. Em outros mitos, Cila era uma ninfa que foi transformada por Circe num monstro marinho. O cipreste estava associado à Hécate. Seus animais eram os cachorros, lobos e ovelhas negras. Ela transmite o poder de olhar para três direções ao mesmo tempo.
Com o fim do matriarcado na Grécia, Hécate se tornou a senhora dos ritos e da magia negra. As três faces passaram a simbolizar seu poder sobre o mundo subterrâneo, onde morava, ajudando à deusa Perséfone a julgar os mortos; a terra, onde rondava nas luas novas; o mar, onde tinha seus casos de amor. Esse tríplice poder de Hécate é comparável ao tríplice domínio sobre o mar, a terra e o céu.
Nos mitos, seu papel foi sempre secundário. Participou da Titanomaquia ao lado de Zeus, ajudou Deméter a procurar sua filha Perséfone quando esta foi raptada por Hades e combateu Hércules quando ele tentou enfrentar Cérbero, seu cão de companhia no mundo subterrâneo.
Hécate é também a deusa dos caminhos, dando à humanidade novos caminhos a serem seguidos. Deusa forte e poderosa por excelência.
Era a padroeira das Bruxas e em alguns lugares da Tessália, cultuada por grupos exclusivos de mulheres sob a luz da Lua.
Deusa das feiticeiras. Está associada à cura, a profecia, as visões, a magia, a Lua Minguante, os encantamentos, a vingança, a livrar-se do mal, a riqueza, a vitória, a sabedoria, a transformação, a purificação, as escolhas, a renovação e a regeneração.

Fonte: Wikipédia e o livro: "O Oráculo da deusa" - Amy Sophia Marashinsky


Um comentário:

  1. Oi estamos sorteando o livro Bruxas da autora Lady Mirian Black! Ainda dá tempo de participar:
    http://prateleiradebiblioteca.blogspot.com.br/2012/08/sorteio.html

    ResponderExcluir